Jogadoras e Keyd rompem contrato após polêmicas

Jogadoras e Keyd rompem contrato após polêmicas

O fim de uma parceria de sucesso

A organização Keyd Stars e as meninas da equipe de Counter Strike: Global Offensive romperam o contrato após a polêmica envolvendo as jogadoras e o treinador da equipe no último fim de semana, após o time conquistar mais uma vez a Liga Feminina da Gamers Club.

As jogadoras da equipe e o treinador foram contra a inclusão da Olga Rodrigues na line-up da Bootkamp, já que a jogadora é uma transsexual. Segundo foi apurado por diversos sites de notícias do Brasil e pela TEAMPLAY, o time foi dispensado após a organização optar por remover o treinador da equipe, Guilherme "walck" Moreno. As jogadoras foram contra a decisão e optaram por sair junto com o treinador.


Vivo Keyd 

Em uma rápida conversa com a TEAMPLAY, o treinador walck disse que estão analisando novas organizações e que em breve, teremos notícias sobre a equipe.

Com as jogadoras, a Keyd conquistou diversos títulos como a Brasil Game Cup Female 2017, XLG Summer Female, diversas Liga Feminina Gamers Club e o quarto lugar na Intel Challenge Katowice 2018.

Sendo assim, a line-up da Vivo Keyd era a seguinte:

Pamella "pan" Shibuya
Juliana "showliana" Maransaldi
Gabriela "GaBi" Maldonado
Bruna "bizinha" Marvila
Suelen "suziii" Barbosa

Guilherme "walck" Moreno (Coach)