Pré-IEM VII com paiN brTT

Pré-IEM VII com paiN brTT

 

Confira qual é a expectativa e como foi a preparação da equipe para o seu primeiro desafio internacional.

Faltando pouco menos de uma semana para a final mundial da sétima temporada da Intel Extreme Masters trazemos hoje uma pequena entrevista com Felipe "brTT" Gonçalves, jogador da divisão de League of Legends da paiN Gaming e que é considerado por muitos como um dos três melhores AD Carriers do país.

Por ser um jogador conhecido e consagrado dentro de nosso cenário, todos já sabem quem é o brTT. Sendo assim, você poderia usar o velho ritual de apresentação para falar um pouco sobre o Felipe Gonçalves?

paiN brTT: Olá, meu nome é Felipe Gonçalves da Rocha e tenho 22 anos. Hoje em dia VIVO de League of Legends e pretendo começar minha faculdade no segundo semestre desse ano. Quando não estou jogando gosto de sair com meus amigos, para tomar uma cervejinha, e nos finais de semana, quando não estou nos Campos de Justiça, gosto de curtir uma praia e assistir aos jogos do Flamengo.

Por toda a história do e-sports vimos jogadores migrando de um jogo para outro, ou jogando dois ao mesmo tempo. Porém você é o único, ou um dos poucos, que conseguiu atuar em alto nível em três modalidades diferentes. Nos diga porque você resolveu migrar de um jogo para outro. Primeiro do do Counter-Strike, um FPS, para o Dota, um RTS. E depois do Dota para o League of Legends.

paiN brTT: Então, eu comecei jogando profissionalmente o Dota. Jogava desde os 12 anos, só que nesse meio termo eu ficava vendo meu irmão jogar Counter-Strike e comecei a jogar os dois ao mesmo tempo hahaha. Os meus companheiros de equipe, de ambos os jogos, ficavam loucos e sempre falavam que eu deveria me dedicar a apenas uma modalidade. Tenho ciência de que eles não deixam de ter razão, até porque se você quer ser o melhor você tem que se dedicar muito e estar muito focado no que você quer. Foi dai que eu parei com o CS e resolvi me dedicar apenas para o Dota até aparecer o League of Legends com tudo, campeonatos todo fim de semana, mundial valendo 1 milhão etc. Foi ai que eu pensei "por que não migrar para o LoL se tem o mesmo estilo de jogo do Dota e tem muito mais campeonatos?" Ao ver que não estava mais rolando torneios de Dota no Brasil e que não valia mais a pena ficar me dedicando tanto a um jogo que não me traria lucros eu resolvi me dedicar 100% ao League of Legends. Eu desinstalei o CS e o Dota do meu computador para não ter recaídas. Desse momento em diante eu percebi que era aquilo que eu realmente queria, e estou aqui até hoje ainda em busca do meu sonho

Como você bem sabe, o League of Legends no Brasil, diferentemente do que acontece lá fora, ainda é bastante criticado pelas comunidades de Dota2 e HoN. Você, que já foi um dos grandes nomes do competitivo do Defense of the Ancientes e que já até chegou a disputar uma ESWC do jogo, acha que tais critícas e xingamentos são válidos? E para você quais são as principais diferenças entre os dois jogos?

paiN brTT: Não acho que essas críticas e xingamentos sejam válidos. São jogos diferentes e não tem porque você criticar. Em um você depende muito mais do seu time, no outro você depende muito mais de um ou dois players para carregar o game no final. A minha opinião é que o Dota é um jogo mais díficil. Porém, o League of Legends é mais complexo quando se trata de TEAMPLAY, até porque tem muitos objetivos que você necessida do seu time para conquistar - as auras do azul e vermelho e o Dragão e o Barão Nashor. Os amantes de Dota podem não aceitar - eu também não aceitava - mas hoje vejo o LoL com outros olhos. Quando você começa a jogar no competitivo é que você vê que as coisas não são bem como você pensava. E eu amo Dota tbm vlw! Quem sabe um dia eu não volte :P

brTT com seus companheiros comemorando o 3º lugar da BGS

Estatisticamente você já foi coroado com o título de melhor Draven do mundo pelo portal ELOBUFF. Como você se sentiu ao ver tal reconhecimento e porque você escolheu atuar como AD Carrier nos Campos de Justiça?

paiN brTT: Foi uma honra e muito emocionante ser coroado como o Melhor Draven do mundo. Treinei muito e me dediquei ao máximo para dominar o campeão assim que foi lançado e até hoje sou bastante conhecido por ele.  É aquela sensação de que seu trabalho está sendo bem feito sabe, é muito gratificante. O motivo de eu ter escolhido ser AD Carrier é simples; sempre joguei de Carrier no Dota. SEMPRE, SEMPRE, meduza , sniper, drow , mirana, fora os outros carriers, dai fui pro LoL vi aquela Ashe tacando flecha que pegava no mapa todo falei, é isso ! HAHA

Até a recente mudança na Bot Lane, onde a função de Suporte passou a ser exercida por Martin “Espeon” Gonçalves, e não mais por Gabriel “MiT” Souza, a sua equipe foi a única brasileira a ficar sem sofrer com o famoso “troca-troca” por mais de seis meses. Desde a saída de MiT um disse me disse foi gerado, e até alguns jogadores e pessoas ligadas a paiN disseram que foram contra a saída do jogador. Para por fim a esta história, você poderia nos dizer o real motivo da saída do Suporte? E também nos dizer se a decisão foi em equipe ou de apenas alguns jogadores?

OBS: O jogador preferiu não responder a pergunta.

Ainda sobre a mudança ocorrida, você poderia nos dizer em que a paiN ganhou com essa modificação? E fazer uma pequena análise tática de como vai ser o comportamento da Bot Lane com o Espeon?

OBS: O jogador preferiu não responder a pergunta. 

Novamente vocês terão a oportunidade de se defrontar contra grandes equipes do cenário mundial, entre elas Incredible Miracle e Millenium, dupla que vieram ao Brasil jogar a IEM São Paulo. Não só para vocês, mas também para quem assistiu as partidas, foi fácil perceber que ainda estamos atrás dessas equipes em relação a táticas e também a objetivos globais do jogo. O que vocês pretendem fazer para sanar tais problemas?

paiN brTT: Como você disse nós percebemos facilmente que estamos apenas atrás em questão de táticas e objetivos globais. Por isso resolvemos mudar nosso estilo de treino e estamos totalmente focados nesse novo meta da Season 3; que é pushar torres e buscar objetivos globais. Nunca me senti tão preparado para um campeonato grande como estou me sentindo hoje. Fizemos treinamentos específicos para cada time. Nosso treinador, o Necro, acrescentou MUITO para o time. Vejo hoje que ele era a carta na manga que faltava para nós! Não vamos desapontar os brasileiros pode ter certeza. 

Jogador comemorando o título da IEM SP pelo Noob da Net

Aproveitando a última pergunta, você poderia nos falar como está a preparação da sua equipe? A paiN pretende viajar mais cedo para realizar treinamentos contra as equipes europeias? Além disso, vocês pretendem levar algo de novo para executar la na IEM?

paiN brTT: Como eu falei acima, nós mudamos muito nossos treinos com a entrada do Necro como nosso treinador. Ele analisa nossos jogos, os jogos dos adversários e nos fala tudo que erramos e o que precisa melhorar. Com o suporte de uma pessoa que se DEDICA apenas a isso, nossos treinamentos estão dando muito resultado. E não, nós não pretendemos viajar mais cedo para realizar treinamentos. Quanto a executar algo novo pode ter certeza ;)))))) 

Novamente nós, brasileiros, não tivemos sorte na distribuição de grupos e o paiN caiu naquele que está sendo considerado como o Grupo da Morte. Além da sua equipe, o Grupo A conta com equipes que são algumas das melhores de seus respectivos cenários. Como você e seus companheiros receberam esta noticia? E como foi a primeira análise de voces do Grupo A?

paiN brTT: A gente já sabia que qualquer grupo ia ser muito difícil, então não fez muita diferença cair os "favoritos" no nosso grupo. Vamos entrar do mesmo jeito que fossem 5 times considerados zebras, de cabeça erguida e sabendo que podemos ganhar de qualquer um, até porque estamos treinando para isso, para não decepcionar nossos fãs e o povo brasileiro que acredita em nós. 

Um pouco antes da IEM VII, vocês começarão a disputar, possivelmente, já na próxima semana o Razer Brasil Challenge. O torneio contará com a participação de algumas equipes que vêm disputando em alto nível os principais torneios de nosso cenário, inclusive os presenciais. Você considera esse campeonato como uma boa preparação para a final mundial? Poderemos ver a paiN utilizando estratégias que pretende levar para a Alemanha?

paiN brTT:  Então, nós jogamos um jogo e deu pra provar que estamos bem preparados e focados para essa IEM. Fizemos uma partida bem sólida buscando objetivos sempre e não deixando o time adversário respirar. 

Na temporada passada a sua equipe foi uma das mas vitoriosas do LoL Brasil, ficando atrás apenas ta extinta vTi Ignis. Porém, vocês ainda não conseguiram levantar nenhum caneco de torneios presenciais. Durante a IEM São Paulo muitos que estavam assistindo o torneio lá no Anhembi disseram que a sua equipe “tremeu na base” ao enfrentar os gringos, que viram uma paiN irreconhecível contra o MYM e a equipe do Millenium. Porque isso aconteceu e o que você e sua equipe pretendem fazer para acabar com tal “trauma”?

paiN brTT: Bom, eu não vi nenhuma paiN irreconhecível contra a MYM nem contra a Millenium. Nós fizemos um ótimo jogo contra o [M] e chegamos a ter o jogo nas mãos. Contra a MYM eles apenas fizeram um excelente jogo invertendo o Twisted Fate para a Top Lane com Teleport e colocando 2 mid contra o Kami de Kassadin. Isso nos destabilizou bastante e nos deixou sem saber o que fazer. Não foi porque era evento presencial nem nada, foi apenas questão de gameplay e estratégias.O importante é que serviu de experiência e aprendemos muitas coisas também que vai nos ajudar muito no mundial. 

brTT gritando "rexpeita" no torneio da NVIDIA

Você é criador do “rexpeita”, um dos mais famosos bordões do League of Legends brasileiro. Por conta dele e algumas outras atitudes suas, muitos lhe consideram como um jogador extremamente marrento e sem nenhuma humildade. Como você lida com tais critícas e de onde você tirou esse bordão? Foi para alguém em especial?

paiN brTT: Então, esse lance de me chamarem de marrento e sem humildade eu meio que fui obrigado a me acostumar, até porque o jeito que eu falo e faço algumas coisas faz parecer que eu não sou humilde. Mas as pessoas tem que entender que não se pode julgar alguém sem antes conhecer ela de verdade, a maioria que fala que eu não sou humilde, ao menos, tinha que tentar me conhecer melhor. E cara de onde eu tirei esse bordão, foi do nada hahaha lembro que fiz uma jogada muito linda e gritei REXPEITAAA na stream ai filho... deviam ter umas 2 mil pessoas na stream DHUIASUHDAUHISd ai todos escreveram reXpeita no chat.. foi ai que pegou . 

Nesses últimos meses vimos vários jogadores profissionais do cenário europeu e norte-americano sendo banidos, ou tendo suas contas suspensas por breve período. Por não termos ainda o Tribunal em nosso servidor, esses acontecimentos ainda não ocorreram por aqui. Porém não é raro presenciarmos nossos jogadores agindo de forma negativa dentro do jogo ou em suas próprias transmissões. Você não acha que, por serem figuras públicas e pessoas que servem de exemplo para quem está iniciando no jogo, os jogadores brasileiros deveriam agir mais como “mortais” para evitar que o cenário de League of Legends fique sujo igual ao de CS 1.6?

paiN brTT: Justo. Sem sombra de dúvidas os jogadores que estão no profissional servem de espelho para os que estão começando. Se um jogador está começando a jogar e vê o cara que está jogando há anos xingar os companheiros vai querer fazer a mesma coisa . Todos os jogadores profissionais tem que ter uma postura mais adulta e madura para não acontecer igual ao CS. 

Quais são os planos da paiN para o restante da temporada? E você considera que a experiência que vocês terão na Europa pode servir como “vantagem” para os próximos campeonatos?

paiN brTT: Os nossos planos são continuar treinando para sermos os melhores e e quem sabe viajar mais vezes para fora do pais. E com certeza a experiência que nós vamos ter servirá de vantagem para os próximos campeonatos, até porque vamos poder jogar com os melhores do mundo, sentir como eles jogam etc. Vai melhorar muito o nosso gameplay.

Para finalizar, agradeçemos pela entrevista e deixamos esse espaço para você falar o que quiser:

paiN brTT: Gostaria de agradecer pela oportunidade e também agradecer todos os meus fãs e aos que torcem para a paiN Gaming! Um agradecimento também a Razer pelo apoio que nos dá. Espero poder contar com o apoio de toda a comunidade gamer de League of Legends do Brasil e não só a comunidade de LoL como de todos os outros E-Sports, prometo que vamos dar o nosso melhor e não vamos decepcionar vocês. reXpeita a paiN na alemanha :D

A TEAMPLAY agradece ao jogador pela oportunidade e deseja a ele e sua equipe toda a sorte do mundo na IEM VII. 

Comentários

  • #1 · $uper$tar

    · 01/03/2013 - 21:11

    0

    desci a pagina e vi "rexpeita" no texto, nem deu vontade de ler

  • #q1 · TP | PUMBA

    · 01/03/2013 - 21:27

    -1

    É por esse e tantos outros comentários que eu perco, a cada dia que se passa, a vontade de trazer bons artigos.

  • #q2 · CORIZAO #BGL

    · 01/03/2013 - 21:42

    +1

    #q1 Pode continuar com esse trabalho pumba é um dos únicos artigos que realmente acho válido. Dentre as palavras do entrevistado você nota comportamento ingame e formas para os novos players melhorarem seu jogo. Claro que ainda falta muito de ambas as partes (profissionais x amadores) mas até que foi bom ler isso!

  • #q3 · GustavowL

    · 01/03/2013 - 22:01

    0

    #q1 Se a cada crítica que você lê, pensa em desistir, já da quit brother. Gente sem cérebro na net é o que mais tem cara.

  • #q4 · TP | PUMBA

    · 01/03/2013 - 22:20

    0

    #q3 cara olha a critica que ele fez. tem algo construtivo nela? pelo amor de deus né cara.

  • #q5 · BX

    · 02/03/2013 - 00:42

    +1

    vc deveria ficar sem sem vontade de postar bons artigos quando o entrevistado não responde o que todo mundo quer saber.. e tipo ja deu essa historia de melhor draven, toda semana tem um brasileiro diferente com um champion no top1 mundial.

  • #q6 · TP | PUMBA

    · 02/03/2013 - 02:49

    +1

    #q5 O pedido de não responder não veio dele e sim do manager da equipe. Sobre a parada do draven eu a *** para "tampar" o buraco dessas perguntas. Na verdade, eu já tinha uma entrevista marcada com o brtt HÁ SÉCULOS, mas eu nunca estava no momento inspirado para fazer as perguntas.

    o próximo, provavelmente, será o bit. ja to terminando as perguntas dele :D

  • #q7 · aDer1

    · 02/03/2013 - 03:09

    +2

    Entendi... por ele achar que essa *** de "rexpeita" além de ser *** já encheu o saco você desanima???
    hu3hu3 brbrbr hurdur rexpeita!

  • #2 · FLp

    · 01/03/2013 - 21:35

    +2

    Pumba, conserta o "pessouas" ali na 5 pergunta. Ótima entrevista!

  • #3 · FurioN

    · 01/03/2013 - 21:36

    0

    Chamando CS 1.6 de sujo, oloko O_o

  • #4 · FirmWare

    · 01/03/2013 - 21:44

    0

    Bela entrevista, só queria saber a respeito do cs ser "sujo" acompanho cs e a propria teamplay a anos, e nao sei sobre esse comportamento "sujo" dos ppl...
    Ja fui da epoca de pagar esea, ja joguei com varios ppl, desde pain a mandic na epoca, e todos eram respeitosos, os da pain ainda davam dicas, principalmente quando vc caía com 3 no mesmo dia, eles ajudam a te posicionar e tals... Era bem da hora...
    Boa sorte pela Pain, espero que consiga algo, até pra motivar os times brasileiros...

  • #q1 · Majestic

    · 01/03/2013 - 22:00

    0

    Ele não se referiu aos ppls do 1.6 e sim a comunidade do 1.6 que é muito tóxica.

  • #q2 · TP | PUMBA

    · 01/03/2013 - 22:20

    0

    eu nao me referi aos players e sim a comunidade.

  • #q3 · FirmWare

    · 02/03/2013 - 13:35

    0

    #q1 #q2 ata, entendi. ;]

  • #5 · delucka

    · 01/03/2013 - 21:48

    0

    Muito boa a entrevista, tanto as perguntas quanto as respostas.
    Parabéns Pumba, ignora esses comentários idiotas;
    Muita gente gosta das suas postagens e não comentam por apenas preguiça, mas saiba que está fazendo um excelente trabalho!

  • #6 · diogot

    · 01/03/2013 - 22:11

    0

    #3 o jogo acho que não, a comunidade sim.

  • #7 · math_rj

    · 01/03/2013 - 22:11

    0

    Muito bom o artigo :D

  • #8 · NSK.esk

    · 02/03/2013 - 02:11

    0

    axo que quem nao deve nao treme por isso acho que ele foi o cara que pediu a saida do mit ridiculo isso

  • #q1 · IguiN

    · 03/03/2013 - 23:43

    0

    Ridiculo prq? O Mit não tava jogando bem...

  • #9 · aDer1

    · 02/03/2013 - 03:05

    0

    O negócio é torcer pra pain conseguir descer do avião!
    Só não vale ser anulado e por a culpa no espeon!

  • #10 · pntaooo(-$-$-) enemies with benefits?

    · 02/03/2013 - 07:05

    0

    Mto marrento, mas joga mto. È um romario do lol.

  • #q1 · aDer1

    · 04/03/2013 - 14:49

    0

    a diferença é que o ROMÁRIo puxava a responsabilidade pra ele, já o brtt se ganha é méritos dele se perde é culpa de outro...