Coluna do G1llz: Expectativas para a ESL no Brasil

Coluna do G1llz: Expectativas para a ESL no Brasil

 

Dormirmos com  a notícia do possível retorno de uma das maiores equipes do Brasil e ontem acordamos com o anúncio da ESL Brasil Premier League.

ESL (Electronic Sports League) é uma empresa fundada em 1997 e hoje conta com mais de 6 milhões de membros registrados, tornando-se uma das maiores (se não a maior) liga de esportes eletrônicos do mundo. Sua plataforma online oferece suporte a diferentes jogos e promovem vários torneios ao longo do ano.

Em 2007 tiveram a oportunidade única de expandir sua operação para o resto do mundo, com a entrada da Intel como patrocinador principal a ESL viu a chance de entrar no tão desejado mercado americano. Com o aporte financeiro necessário promovido por eles a ESL conseguiu realizar nesse mesmo ano o primeiro Intel Extreme Masters.

Hoje a Intel Extreme Masters está em sua décima temporada (2015-2016), e desde o ano passado voltou a contar com o Counter Strike em suas competições. Nesses quase nove anos de existência já distribuiu mais de 4 milhões de dólares em prêmios.

 

 

ESL não dá as caras pelo Brasil desde 2014, quando realizou uma etapa da IEM com LoL e StarCraft II na Campus Party. Esse anuncio da Brasil Premier League nos faz crer que apesar da falta de inovação e do pouco investimento no cenário nacional há grandes empresas dispostas a inciar (ou retomar) suas operações por aqui.

 

“Nós planejamos um forte investimento para promover e engajar a audiência de eSports brasileira. Este é um mercado que possui muito potencial”, afirma Spike Laurie, diretor-geral da ESL no Reino Unido, ao site G1

 

Me atendo apenas ao CS:GO, pude apurar através de notícias divulgadas que as competições da liga serão inicialmente na internet (inscrições livre) e depois teremos as finais de forma presencial.

Isso me faz pensar que essa liga terá sub-ligas divididas por região, onde os melhores se classificam para a final presencial, ou quem sabe uma espécie de “brasileirão”, 32 equipes competindo entre si até serem decididos os oito mais bem colocados que participariam dos playoffs. Vale lembrar que a ESL terá um estúdio para transmissões de partidas ao vivo, nos dando uma ideia do nível de visibilidade que eles pretendem trazer para suas competições.

Temos algumas empresas que vem desempenhando um bom trabalho no cenário nacional, e esperamos que a ESL venha somar forças com essas empresas e não monopolizar a cena. A chegada no Brasil de uma empresa como esta – que está presente em 37 países – abre novas portas, faz com que as pessoas que olhavam com desconfiança passem a prestar mais atenção, e se a ESL fizer tudo o que pode, com certeza teremos uma cena fortalecida e um ambiente favorável para outros investidores.

Todos nós sabemos que uma empresa só investe em algo/alguém quando vê a possibilidade de retorno financeiro; espero sinceramente que esse retorno seja acima das expectativas e que tenhamos cada vez mais investimento, campeonatos de alto nível (equipes, estrutura e premiação), um esporte eletrônico mais profissional e porque não um Major com as melhores equipes do mundo.

Sei que o caminho é longo, mais tudo começa com uma grande empresa querendo investir e nesse caso, há a promessa de grandes investimentos. Se isso vai acontecer da forma que esperamos só o tempo dirá, mas espero que não seja apenas fogo de palha.

 

Siga-me no twitter @g1llz, ou acesse o blog.

 

Comentários

  • #1 · Mr. Nobody

    · 29/01/2016 - 02:01

    +1

    Ótimo texto, eu também enxergo com ótimos olhos essa vinda da ESL pra cá, espero que o cenário possa crescer cada vez mais e nos presentear com belíssimos campeonatos.

    PS: Só uma correção no texto, nessa parte "Hoje a Intel Extreme Masters está em sua décima temporada (2015-2106)" seria "décima temporada (2015-2016)" não? haha, abraços!

  • #q1 · G1llz

    · 29/01/2016 - 05:51

    +1

    #1 Corrigido. Obrigado pelo toque, as vezes algum detalhe passa desapercebido. :)

  • #2 · venner

    · 29/01/2016 - 14:10

    +2

    Me amarrei nessa coluna G1llz ae.. tem q continuar..

  • #q1 · G1llz

    · 29/01/2016 - 14:42

    +1

    obrigado pelo feedback positivo parceiro. :)

  • #3 · raff^

    · 01/02/2016 - 08:55

    0

    Muito boa essa coluna, deve continuar.